Future perfect - exercise (review)

Present perfect - exercise (review)

Simple future - exercise (review)

Present Perfect

Expressão da semana - all ears

Música da semana - Adele - I'll be waiting

Future continuous - exercise

Future continuous

Expressão da semana - Albatross around (someones’s) neck

Sufixe - SHIP Exercise

Sufixe - SHIP

Future Perfect

Expressão da semana - Ahead of the pack

Música da semana - The Beatles - All My Loving

Inglês e espanhol no Enem trazem textos curtos; veja cinco dicas para se dar bem na prova




Textos curtos e de fácil compreensão podem ser considerados marcas da prova de língua estrangeira do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), segundo professores ouvidos pelo UOL. Outra característica do exame é utilizar poemas, letras de músicas e tirinhas nas questões de inglês e espanhol.

“Nos últimos dois anos, o Enem teve um texto para cada pergunta. Eles costumam ser menores e variam entre texto escrito, tirinha, música, já teve até cartão postal. A intenção é que o candidato consiga ler mais rápido e responder em menos tempo”, afirmou Cintia Capellato, professora de inglês da Oficina do Estudante.

“É importante lembrar que a língua estrangeira só passou a fazer parte do exame em 2010. Com isso, só temos duas provas para usar como base para estudos. Ambas utilizaram imagens e textos não tão comuns às provas de inglês, como letra de música e poema. Todos os textos foram pequenos e de fácil compreensão, sem pegadinhas”, disse Allyne Turano, coordenadora do Flash! Idiomas.
De acordo com Cintia Capellato, a primeira leitura dos textos deve ser uma “leitura compreensiva”, sem querer achar as respostas logo de cara. Nessa leitura, o candidato deve prestar atenção nas palavras que ele conhece e não se preocupar com aquelas que ele nem imagina qual seja o significado: “Se o candidato não se assustar, pode perceber que aquela palavra que ele não conhece às vezes não é essencial para o texto. Na hora da prova ele deve usar aquilo que ele sabe”.

Como nos vestibulares, o treino com provas de anos anteriores, de outros processos seletivos e a leitura de textos em inglês ou espanhol também são atitudes recomendadas para os candidatos que querem conseguir uma boa nota na prova de língua estrangeira. “O candidato deve praticar para conseguir encontrar a mensagem principal do texto. Qualquer tipo de leitura e simulados ajuda a trazer bagagem para o estudante e ele se sente mais seguro para responder”, afirmou Cintia.

Segundo a professora, os temas utilizados na prova geral também costumam ser abordados nas perguntas de língua estrangeira. Ela afirma que o foco do exame não é a gramática. “A preparação que o candidato faz para a redação e atualidades vai favorecer, com certeza, na prova de línguas. A prova não requer tanto conhecimento gramatical, é uma mistura - depende um pouco de gramática, mas também do entendimento da situação, que muitas vezes é cotidiana”, explicou.


Fonte: Suellen Smosinski
Do UOL, em São Paulo


Simple Future - Exercise

Simple Future

Música da semana - The Wanted - Glad you Came

Via @JhonsPhyllyppe

Expressão da semana - agony aunt/uncle

Música da semana - Simple Plan - Welcome do my Life

Dica de: Talita (@sushiziinho)

SIGEduc - Será implantado no Estado.


SIGEduc - Sistema Integrado de Gestão da Educação.

A implantação do SIGEduc possibilitará um avanço significativo na qualidade da educação. Será um recurso decisivo para modernizar as rotinas de gestão de maneira que a Secretaria de Educação esteja mais presente, acompanhando e apoiando o trabalho dos gestores, professores e demais profissionais que integram a escola. O SIGEduc integra-se ao Sistema de Gestão de Pessoas da SEEC - SAGEP e ao banco de dados do INEP.
Entre os principais benefícios estão a matrícula on line para novos estudantes, estudantes atuais, transferências da rede, o aplicativo Diário de Classe para tablets, transparência e acesso aos dados escolares, mapa georeferenciado, com localização das escolas da rede por mapas e rotas de transporte coletivo escolar, dados sobre a vida escolar do aluno e perfil dos professores, por escola, organização das turmas de alunos por série e modalidades de ensino, vagas disponíveis por escola, reordenamento e enturmação de alunos e acesso ao Diário de Classe.
As escolas da rede estadual de Natal serão as primeiras a trabalhar com o novo sistema já a partir do mês de setembro, quando será realizado um treinamento com técnicos e gestores de todas as unidades. No dia 3 de outubro começou a matrícula para alunos especiais, dando início ao funcionamento do SIGEduc. Os gestores das dez maiores escolas estaduais da capital já foram apresentados ao sistema.
Fonte: SEEC RN

Como arrasar na prova de inglês do Enem 2012

5 dicas para arrasar na prova de Inglês:

1. Conhecimento geral

Esteja atento em tudo o que acontece, seja no Brasil ou no mundo. Se você dominar vários assuntos, estará muito mais bem preparado para compreender o que o texto pede.


2. Treino

Não adianta o aluno saber o que está acontecendo no mundo se não tiver a capacidade de interpretar isso e transformar as informações que possui em algo concreto. Se o estudante não souber ligar as ideias que estão dispostas no texto dificilmente interpretará o que está sendo oferecido da maneira correta. A única forma de conseguir essa habilidade é treinando cada vez mais.


3. Palavras-chave

Durante a prova de inglês do Enem, procure focar toda a sua atenção no texto. O ideal é fazer uma primeira leitura superficial do texto para entender o conteúdo e encontrar as palavras-chave. Também é interessante identificar as palavras que já conhece. Desta forma, você vai conseguir relacionar ideias e conceitos.


4. Foco no texto

O ideal é não prestar muita atenção nas alternativas no primeiro momento do teste. Isso pode conturbar a capacidade de interpretação do candidato. Os textos são, geralmente, curtos. Portanto, leia todo antes de ir para as alternativas.


5. Atenção com as alternativas

Uma vez que o estudante leu o texto e identificou as ideias principais, chega o momento de redobrar a atenção nas questões da prova. Algumas das hipóteses oferecidas na prova foram feitas com o simples objetivo de serem eliminadas. Se você prestar atenção, vai perceber que existem certas alternativas impossíveis.

Fonte: Universia Brasil

Text comprehension: Vocabulary

Expressão da semana - Achilles's heel

Música da semana - Supertramp - The Logical Song

Mural - Uso da lousa interativa

Reported Speech: Statements


What is reported speech?
“Reported speech” is when we talk about what somebody else said:
• Direct Speech: “I’ve been to London three times.”
• Reported Speech (Indirect Speech): She said she’d been to London three times.


We often use “reported speech” when talking about a conversation that happened in the past. There are some changes to the verbs with reported speech; read the table to find out how each verb tense changes:


Fonte: English Grammar Level 2 (Expresso English)


Adjectives and adverbs


Adverbs

Use adjectives to describe nouns (things or people).
Use adverbs to describe verbs (how a person does something):
That was a terrible game. (adjective – describes “game”)
The team played terribly. (adverb – describes “played”)

Common adverbs:
Examples:
My grandfather drives slowly, but I drive fast.
The teacher spoke so quietly that I couldn’t hear her.
I can read English well, but I speak badly.
Evan lives dangerously. He loves radical sports.
We wrote the letter carefully so as not to make a mistake.
I opened the jar easily.
Soccer players need to eat healthily to stay in good shape.
Janet works very hard. She arrives at work early and leaves late.


Fonte: English Grammar Begginer (Espresso English)



Expressão da semana - a poor man’s something

Música da semana - Katy Perry - The one the got away

Sugestão de @belmeedeiros

Direct and Indirect Speech

Exercise - Sufixes -y e ly

Faça o 'Enem' 1 mês antes do Enem


Simulado online com boletim personalizado está com inscrições abertas até 5 de outubro

Nos dias 6 e 7 de outubro, na reta final de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio, estudantes de todo o País terão um aliado inovador: o “Pré-Enem”, simulado gratuito online com questões inéditas que entregará boletins personalizados indicando temas que o candidato deve revisar para melhorar o desempenho. O serviço é resultado de uma parceria entre o Estado e a Geekie, startup de tecnologia aplicada à educação. As inscrições já podem ser feitas pelo site www.geekie-estadao.com.br, até 5 de outubro.

O exame, criado por professores de ensino médio e de cursinhos, seguirá a metodologia daTeoria da Resposta ao Item (TRI), a mesma do Enem, que dá pesos diferentes a questões segundo seu grau de dificuldade. Assim, o candidato poderá estimar seu nível de preparo no mesmo padrão do exame oficial (veja infográfico abaixo).
O aluno terá acesso ao Simulado Enem 2012 Geekie+Estadão no mesmo site da inscrição nos dias 6 e 7, um fim de semana. O estudante pode escolher o horário em que vai iniciar a prova. O acesso estará liberado das 6 horas às 23h59, nos dois dias. O aluno terá quatro horas e meia para fazer o exame, sem interrupções.
No sábado serão 90 questões de Ciências Humanas e de Ciências da Natureza e, no domingo, mais 90 itens, de Linguagens e Códigos e de matemática. Não haverá prova de redação.
Equipe
“A ideia é oferecer ao maior número de pessoas a chance de ter a melhor preparação para o Enem a partir da análise de seus resultados”, diz o cofundador da Geekie Claudio Sassaki, de 38 anos. A startup, criada no fim de 2011, tem 25 funcionários, a maioria na casa dos 20 anos. Alguns deles vieram de companhias como Goldman Sachs – Sassaki foi vice-presidente para o Brasil de investment banking –, Facebook e O2, produtora do cineasta Fernando Meirelles.
Os nove engenheiros da equipe técnica se formaram no Instituto Tecnológico de Aeronáutica. O time tem 67 medalhas e 11 menções honrosas em olimpíadas de matemática, física, química e informática no Brasil e no exterior e 3 láureas no ITA.
Boletim personalizado
Uma das ferramentas mais úteis do Simulado Enem 2012 Geekie+Estadão é o relatório de desempenho. Cinco dias depois da prova, o participante vai conferir online o número de acertos e sua pontuação em cada área de conhecimento e disciplina. Ele saberá sua classificação em relação aos outros inscritos no simulado e o que precisa estudar para chegar afiado ao Enem, em 3 e 4 de novembro.
Na inscrição, o candidato pode apontar a carreira que pretende seguir. O relatório vai indicar se a pontuação do candidato seria suficiente para garantir vaga nas universidades federais de sua preferência – a Geekie montou um banco de dados com notas de corte do Enem.
Ensino adaptativo
Os inscritos no Simulado Enem 2012 Geekie+Estadão não serão os primeiros a resolver exames corrigidos pela TRI preparados pela startup. A Geekie tem aplicado outras provas em colégios como o Bandeirantes, de São Paulo, para ajudar as instituições a fazer um diagnóstico preciso dos alunos. Com os relatórios de desempenho, as escolas usam técnicas do ensino adaptativo para fazer um trabalho mais específico de preparação dos vestibulandos, reforçando pontos fortes e corrigindo deficiências de cada um.
Os estudantes do Bandeirantes, colégio conhecido pelo alto índice de aprovação de alunos nos principais vestibulares do País, fizeram uma prova impressa e receberão nesta semana os boletins de desempenho personalizados. O diretor de Planejamento da escola, Eduardo Tambor, elogiou a parceria. “Agora vamos pensar em atividades de reforço, revisão e principalmente de orientação mais focadas.”
Outro produto da Geekie com foco no ensino adaptativo deverá ser lançado no primeiro semestre de 2013: uma plataforma digital com exercícios que orientam os estudantes a trabalhar com foco em suas dificuldades e conteúdos multimídia que acompanham seu aprendizado. A ferramenta está sendo testada na Escola Técnica Estadual (Etec) Capela do Socorro, zona sul de São Paulo, onde Gabriel Gomes cursa o 2.º ano do ensino médio. Ele usa a plataforma para resolver problemas sobre energia térmica, conteúdo de física no qual tem dificuldades.
Com a ferramenta, alunos da Etec Capela do Socorro têm autonomia para escolher os tipos de conteúdos e linguagens que fazem mais sentido para eles, nas disciplinas de matemática e língua portuguesa. “Gosto de aprender com os vídeos. Os personagens não são formais, são como amigos”, afirma o estudante Bruno Aoyama.
A Etec Takashi Morita, em Santo Amaro, zona sul, também adotou a ferramenta. Lucas Borges, que cursa o 3.º ano do ensino médio, conta que estudar com ela é bem mais divertido do que o ensino tradicional. “A plataforma é interativa, e está me ajudando a me preparar para o vestibular.”
O diretor da Takashi Morita, Wilson Shitabata, aprova o uso da ferramenta. “A partir dos resultados dos exercícios, educadores têm acesso ao desempenho dos alunos em cada disciplina e tema estudado, e podem pensar em metodologias adequadas a cada perfil de estudante.”
A coordenadora da cátedra Unesco de tecnologias da informação e da comunicação (TICs) na educação, Rosa Vicari, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), acredita que a tecnologia pode maximizar os benefícios do modelo. “O ensino adaptativo possibilita a um grande de número de alunos se desenvolverem em seu tempo e de acordo com a forma que aprendem melhor.”
DIFERENCIAIS DO SIMULADO ENEM 2012 GEEKIE+ESTADÃO
Boletim personalizadoCada participante receberá um relatório que destaca os pontos fortes e fracos nas quatro áreas do conhecimento da prova. O boletim também indicará os temas que devem ser revisados
RankingO aluno poderá comparar seu desempenho ao dos outros participantes do simulado
Correção pela TRIA prova usará o modelo do Enem, com questões fáceis, médias e difíceis testadas previamente, seguindo os parâmetros da Teoria da Resposta ao Item
Questões inéditasElas foram criadas com exclusividade por professores especializados na preparação para o Enem
Estadão.edu

Formação de advérbios

Expressão da semana - a little bird told me

O que é mais fácil no Enem 2012: inglês ou espanhol; confira as dicas


A estudante Nathalia Finazzi, 17 anos, escolheu o inglês devido ao seu convívio com o idioma. "Fiquei confusa porque o espanhol tem muito mais proximidade com o português, mas vemos o inglês desde muito cedo."


Nathalia conta que costuma assistir a séries de TV norte-americanas e ouvir músicas em inglês, o que facilitou sua opção. "Fiz a prova ano passado e também escolhi o inglês. Comparada com outros vestibulares, como a Fuvest, achei a linguagem muito mais fácil”, diz a candidata.

Ao optar pelo espanhol, a estudante Mariana Resende, 17 anos, também levou em conta os mesmos fatores que Nathalia. "Nunca tive facilidade com o inglês na escola e ia muito mal. Mas sempre assisti às novelas e ouvi músicas em espanhol e falo o básico do idioma." Mariana faz o Enem pela primeira vez esse ano, mas demonstra segurança na escolha. "Desde que decidi o que iria fazer na faculdade já sabia que escolheria o espanhol no Enem."

A polêmica em torno dos idiomas foi gerada, principalmente, pela proximidade do espanhol com o português. As opiniões entre os professores são divergentes. Para a professora de espanhol do cursinhoAnglo Vestibulares, Eliana Faganello Ahumada, "os alunos que optam pelo espanhol por acharem que é mais fácil enganam-se porque os idiomas têm a mesma raiz linguística, mas características distintas".Sirlene Aparecida Aarão , professora de inglês do cursinho Anglo Vestibulares, argumenta que "não podemos confundir, mesmo possuindo a mesma origem, o espanhol e o português têm muita diferença". Já o professor de espanhol da Oficina do Estudante, Hernan Bastidas , diz que "para quem não tem conhecimento nenhum dos idiomas, ou apenas o básico dos dois, é preferível optar pelo espanhol".

Independente da escolha feita pelos candidatos, o importante para as provas de idioma do Enem são as informações que o aluno traz consigo. A professora de inglês do cursinho Oficina do Estudante, Verônica Motta , explica que normalmente são conteúdos recorrentes na mídia. "São textos mais leves, próximos do dia a dia e, independente do idioma selecionado, é a bagagem cultural do estudante que irá fazer a diferença. As questões não estão associadas à facilidade com a língua, mas sim com o conteúdo."

Os idiomas na prova de Linguagens e Códigos e suas Tecnologias do Enem começaram a ser cobrados em 2010 e desde lá é possível perceber que o Enem preza pela interpretação de texto. A professora Eliana Faganello explica que "não é só entender o que está escrito nos textos, mas também o entorno, o contexto do assunto levantado".

Faganello aconselha os alunos a “ver as características e cultura dos países que falam o idioma, principalmente o espanhol, e que estão ao redor do Brasil”. Para a professora Sirlene Aarão hábito de leitura é essencial. "O aluno que presta o exame deve estar atualizado. Deve saber o que está acontecendo no mundo e como isso interfere na vida dele."

Entre os possíveis temas que cairão nas provas, o professor Hernan Bastidas , indica a crise econômica mundial, mas especificamente na Espanha, "principalmente pelo idioma", e o trabalho escravo na América Latina."Esse assunto tem sido muito comentado, principalmente no estado de São Paulo, por conta dos imigrantes bolivianos que vêm para o País".

Além disso, os alunos devem estar atentos para questões sobre sustentabilidade e para os gêneros textuais. A professora Sirlene explica que o candidato deve "analisar os diferentes gêneros que costumam ser apresentados na prova, como propagandas, cartoons, textos científicos e letras de música". 

Sobre o Enem 2012

Enem 2012 tem mais de 6,4 milhões de inscritos. As provas acontecem nos dias 3 e 4 de novembro, a partir das 13h. No dia 3 de novembro, os candidatos farão as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, até as 17h30. Já no dia 4 serão realizadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, que terminarão às 18h30.

Os gabaritos das provas objetivas do Enem serão divulgados no site http://www.inep.gov.br/enem no dia 7 de novembro. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais a partir de 28 de dezembro. Basta inserir o número de inscrição e senha ou CPF e senha no endereço eletrônicohttp://sistemasenem2.inep.gov.br/

O Enem é pré-requisito para quem quer participar de programas de acesso ao Ensino Superior como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e as bolsas de estudo no exterior do Ciências sem Fronteiras.



Música da semana - Adele - Set fire to the Rain

Medicina na UFRN tem concorrência de 65 candidatos por vaga


A Comissão Permanente do Vestibular (Comperve) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou a demanda parcial de concorrência para o vestibular deste ano na manhã desta sexta-feira (14). O curso com o maior número de inscritos é o de Medicina com 3.253 para as 50 vagas oferecidas pela universidade. Sem contar com as vagas no Enem, que são outras 50, a concorrência é de 65,06 para cada vaga pleiteada.
O curso de Psicologia aparece em segundo lugar na demanda por vaga no vestibular. Com 45 vagas oferecidas, foram 716 inscritos, proporcionando uma demanda de 35,80 pessoas por cadeira.
No total foram registradas 25.617 inscrições, para as 3.014 vagas oferecidas no Vestibular 2013. As provas serão aplicadas serão aplicadas de 25 a 27 de novembro, nos locais a serem divulgados no dia próximo 7 de novembro.


Veja a tabela com os cinco cursos mais concorridos do Vestibular 2013 da UFRN:


Fonte: G1

Editora da UFRN disponibiliza obra de Câmara Cascudo para o Vestibular



O livro Crônicas de origem, de Câmara Cascudo, está disponível na livraria da Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EDUFRN). Para atender a todos os pedidos, foram reimpressos 1.500 exemplares, com preço de R$ 10. A livraria está localizada no Centro de Convivência Djalma Marinho, no Campus Universitário.

O livro foi o primeiro a ser lançado na versão e-book, por ser uma obra de referência para o vestibular da UFRN.

Os visitantes da XVIII Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (CIENTEC), que neste ano acontece de 23 a 27 de outubro, poderão consultar a obra em cinco tablets que estarão disponíveis no estande da EDUFRN.

Exercise - Going to (future)

Exercise - Present Continuous

Trabalho de Inglês - 2º anos

Exercises - Past continuous

Exercises - Imperatives

Global Citizens of Tomorrow - Oportunidade para estudantes do Ensino Médio


Global Citizens é um projeto de bolsas oferecidas pela BP para os Estados Unidos para o ano letivo que se inicia em agosto de 2013.

Requisitos para participar

Para participar do processo de seleção do projeto Global Citizens of Tomorrow basta cumprir os pré-requisitos abaixo:
  1. Deve ter nascido entre 01/04/1995 e 01/08/1998;
  2. Sua renda familiar não pode ser superior a seis salários mínimos (será solicitado comprovante caso passe para a segunda fase);
  3. Deve estar cursando o ensino médio em escola pública ou como bolsista em escola particular;
  4. Deve ser um aluno com excelente desempenho acadêmico (notas acima de 8 ou B+) especialmente em matérias de exatas (matemática, física e química) e inglês;
  5. Não poderá ter sido reprovado em nenhuma série e nem se formar em 2012;
  6. Não poderá ter qualquer tipo de restrição física ou alimentar;
  7. Não poderá ter qualquer tipo de alergia;
  8. Deve ter nível de inglês intermediário ou avançado.

O que está incluso na bolsa?

  • Suporte 24 horas no país de destino;
  • Orientação antes, durante e após a experiência;
  • Despesas com taxa de emissão de visto americano (apenas a taxa);
  • Ajuda de custo para comprar uma mala de viagem no valor de US$ 100,00 (cem dólares americanos);
  • Ajuda de custo de US$ 120,00 por mês durante a experiência;
  • Passagem doméstica no Brasil até o aeroporto de São Paulo ou Rio de Janeiro (local único de embarque a ser definido pelo AFS) na ida e na volta;
  • Passagem internacional de ida e volta;
  • Hospedagem e alimentação em casa de família voluntária;
  • Transporte casa-escola-casa;
  • Material escolar;
  • Colocação escolar;
  • Seguro saúde com cobertura de até um milhão de dólares.

O que não está incluído:

  • Despesas com emissão de passaporte;
  • Despesas com despachantes;
  • Vacinas requeridas;
  • Uniforme escolar (quando obrigatório);
  • Gastos com dentistas e ortodontistas (o plano oferecido é única e exclusivamente para eventualidades médicas);
  • Roupas, sapatos e acessórios para a viagem.
Inscrições até 15 de outubro: 
http://www.afsbolsasusa.org.br


Past Continuous


Conheça 3 ótimos sites para aprender línguas estrangeiras de graça


Sem dúvida, nunca foi tão fácil aprender uma língua estrangeira. Além de cursos, vídeos, podcasts e textos para praticar qualquer idioma, a web oferece a possibilidade de interagir com pessoas de outros países, o que certamente torna o aprendizado mais interessante.
Conheça, a seguir, três sites onde é possível aprender e praticar línguas estrangeiras de graça. O Livemocha (que também tem cursos e serviços pagos) é o que atende a objetivos mais amplos, já que serve tanto para iniciantes como para quem já fala um idioma e quer aperfeiçoá-lo. O Memrise é ótimo para ampliar o vocabulário. E o Deutsche Welle é específico para quem quer aprender alemão.
Livemocha
Livemocha combina cursos gratuitos e pagos com ingredientes de rede social. É um ótimo lugar para iniciar o aprendizado de uma língua estrangeira e para ampliar os conhecimentos. O usuário pode estudar sozinho, seguindo um dos cursos online. Pode trocar ideias com outras pessoas e praticar o idioma que está aprendendo.
 Conheça 3 ótimos sites para aprender línguas estrangeiras de graça
Também pode  ajudar outros alunos corrigindo seus exercícios e dando dicas, ao mesmo tempo em que recebe ajuda dos demais. Brasileiros tendem a receber pedidos de ajuda de pessoas que aprendem português. Cabe à pessoa aceitar ou recusar os pedidos. Se ela aceitar, pode ganhar os chamados mochapoints, créditos que podem ser trocados por itens pagos no site.
O site Livemocha está disponível em português e outros 11 idiomas. Os cursos básicos são gratuitos e cobrem 38 línguas diferentes. Já os mais avançados são pagos e incluem Inglês, Espanhol, Francês, Alemão e Italiano. Uma mensalidade de 20 reais dá acesso a todos os cursos e a outros recursos pagos do site.
Memrise
Criado por em campeão de torneios de memorização, o Memrise é dirigido a pessoas que já têm algum conhecimento de uma língua estrangeira e querem melhorar seu vocabulário. Ele não ensina gramática, mas pode ser um ótimo complemento a um curso presencial ou na web. Também é uma ferramenta eficaz para relembrar palavras aprendidas no passado e esquecidas por falta de uso.
 Conheça 3 ótimos sites para aprender línguas estrangeiras de graça
Entre os idiomas mais populares nele estão inglês, espanhol, chinês, francês e alemão – mas a lista vai longe. Em qualquer caso, é necessário ter algum conhecimento de inglês, já que todas as instruções e dicas estão nessa língua. Basta escolher um idioma para ver os cursos disponíveis. Alguns abordam as palavras mais usadas enquanto outros têm temas específicos como negócios, ciências e gastronomia.
O site usa a metáfora de um jardim. Cada palavra nova é uma planta a mais nele. Se a pessoa fica um tempo sem praticar, as plantas começam a murchar e é preciso “regá-las”. O Memrise avisa, por e-mail, quando isso acontece, convidando a pessoa a voltar a treinar seu vocabulário. O usuário vai acumulando pontos à medida que pratica o idioma, e pode comparar seu desempenho com o de outras pessoas.
Muitos dos cursos disponíveis no Memrise foram criados pelos próprios usuários, que também podem colaborar no aperfeiçoamento do conteúdo existente. Fóruns de discussão permitem trocar ideias com outras pessoas que estão aprendendo ou desenvolvendo cursos.
O Memrise conta  com um aplicativo para iPhone que dá acesso aos exercícios. É  prático para treinar idiomas durante alguma espera no aeroporto ou em outro local. Para isso, é preciso ter acesso à internet via 3G ou Wi-Fi. Tanto o site como o aplicativo são totalmente gratuitos.
Deutsche Welle
Para quem quer aprender alemão, a Deutsche Welle, emissora de TV e rádio estatal da Alemanha, oferece, em seu site, uma série de cursos gratuitos em todos os níveis. Para segui-los, é necessário conhecer um pouco de inglês. Embora os site esteja disponível em português, os cursos possuem explicações em inglês.
 Conheça 3 ótimos sites para aprender línguas estrangeiras de graça
As lições incluem exercícios escritos e falados e contam com abundante conteúdo multimídia.
Fonte: Exame

Going to - Future

Imperatives

Aplicativos para auxiliar nos estudos


Foi-se o tempo em que os celulares somente atrapalhavam os estudos. Atualmente, com o avanço das tecnologias, temos aplicativos que servem sim para auxiliar estudantes de todas as idades a aprimorar a maneira de aprender e se divertir com isso.
Segue pequena lista com aplicativospara diferentes idades e sistemas operacionais que vão te auxiliar e facilitar sua vida na hora de estudar.
School Assistant – perdeu uma aula? Esqueceu a data de entrega do trabalho? Não sabia que tinha prova? Com esse aplicativo isso não vai mais acontecer, isso porque o School Assistant permite que o estudante organize seu dia a dia escolar.
Você poderá reunir, de uma maneira simples, as datas de provas e trabalhos com alertas para quando os compromissos se aproximam. E ainda é possível mostrar através de gráficos seu desempenho. Disponível para Android.
Aldiko – esse aplicativo permite a abertura de livros nos formatos ePub e PDF. Possuindo bons recursos como padrões de leitura para ambientes claros e escuros, permite ao estudante ler seus livros em qualquer local a qualquer momento.
Com o Aldiko você poderá comprar ou baixar livros (disponíveis em uma extensa biblioteca), importar seus próprios documentos e livros, mudar a fonte, a cor, o brilho da tela, marcar a página e fazer buscas completas de palavras no dicionário. Disponível na Android Market.
Exercitando a matemática – criado por uma escola preparatória no Rio de Janeiro, este aplicativo apresenta aos estudantes mais de 300 exercícios para vestibular, Enem e concursos públicos.
No aplicativo foram reunidas tarefas das melhores universidades do país, incluindo UFRJ, Unicamp, UERJ e PUC.
Ao final de cada bloco de exercícios é possível encontrar o gabarito com as respostas corretas, possibilitando que o aluno treine para ser aprovado.
Também possui versões disponíveis para outras disciplinas como Português, literatura e redação, História do Brasil e História Geral, e com exercícios específicos para o Enem. Este aplicativo está disponível para iPhone e iPad.
Dicionário Gratuito – disponível para sistema iOS, como o próprio nome já diz, este aplicativo reúne mais de 4000 palavras e 200 frases para 12 idiomas diferentes. Tudo isso com suporte de busca para frases divididas em grupos temáticos, entre eles: português, inglês, espanhol, italiano, alemão, francês, russo entre outros grupos. Facilita a vida do estudante que domina determinada língua ou que está aprendendo, uma vez que nas buscas de frases existem divisões como alojamento, aluguel de carro, conversa, emergências, restaurantes e outras categorias que auxiliam, por exemplo, no caso de uma visita ao exterior.
Novo acordo ortográfico – para alunos de todas as idades que ainda se confundem com o novo acordo ortográfico. Em dúvida se a palavra possui ou não hífen, se o acento permanece ou não, isso tudo está disponível nesse aplicativo que facilitará nos momentos de dúvida. Ele está disponível para sistemas iOS. Um ponto negativo é que não é possível fazer consultas por verbetes, mas um outro ponto positivo é que ele é disponibilizado gratuitamente.
Periodic Table – para alunos de todas as idades, esse aplicativo disponibilizado para aparelhos com sistema Android fornece ao usuário a Tabela Periódica completa. Apesar da interface simples, ela não deixa a desejar em nada, e até possui um Quiz para se divertir enquanto aprende. Esse aplicativo só possui versões em inglês.
Gabaritar – ajuda a organizar as horas de estudo. Compatível com sistema operacional Android, possibilita ao estudante escolher uma matéria no aplicativo e iniciar um cronômetro que marcará suas horas de estudo. Esse aplicativo permite ao usuário elaborar um plano de estudos com disciplinas pré-carregadas de um banco de dados ou montar sua própria lista e escolher quantas horas deseja estudar. Podendo estabelecer metas a fim de atingi-las até a data da prova. Também disponibiliza ao usuário informações sobre aulas, materiais de estudo, informações sobre concursos, editais e dicas de como ter sucesso.
E aí, pronto para incrementar a sua rotina de estudo?
Até logo!
Fonte: Blog da Lu

Link me



468 x 60